riomar melo prosa e verso
O tempo não pára no porto,não apita na curva,não espera ninguém.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos
Título Categoria Data Leituras
Enquanto isso,num hospital em Lisboa... Humor 14:41 2
Na vitrine Sonetos 13:49 5
Meus cabelos brancos Sonetos 13:24 6
O dilema de Pilatos Sonetos 11:49 4
Pagou o preço Sonetos 07:16 6
Curtindo a vida Sonetos 18/10/18 8
Faz assim...pra ver... Sonetos 18/10/18 6
Um brinde Sonetos 18/10/18 5
É festa no sertão Sonetos 18/10/18 3
O piloto Sonetos 18/10/18 6
Gato família Sonetos 18/10/18 5
Ciência exata Sonetos 18/10/18 7
Que seja assim Pensamentos 18/10/18 6
Tudo caô... Pensamentos 18/10/18 6
Figura mignon Sonetos 18/10/18 6
No mesmo dia Sonetos 18/10/18 7
Falta de opção Sonetos 18/10/18 6
Meu amigo Sonetos 18/10/18 3
Faz e desfaz Sonetos 18/10/18 5
Metade Letras de Música 17/10/18 7
Página 1 de 411 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]